skip to Main Content
ASSESSORIA JURÍDICA EXTERNA OU DEPARTAMENTO JURÍDICO INTERNO?

ASSESSORIA JURÍDICA EXTERNA OU DEPARTAMENTO JURÍDICO INTERNO?

Todo empreendedor diariamente passa por desafios na gestão de sua empresa, entretanto isso não deve resultar em perdas de oportunidades.

Em tempos de crise econômica, tão importante quanto vencer os desafios cotidianos é não cair em armadilhas jurídicas!

Falando sobre tempos de crise econômica, o ideal é que nesses períodos as empresas foquem naquilo que é essencial para o sucesso do seu negócio e desempenhem com excelência a sua atividade fim, deixando que questões específicas e que demandem a atuação de profissional qualificado sejam tratadas por quem detenha tal qualificação.

Assessoria Jurídica Externa Ou Departamento Jurídico Interno  - Araujo Leite

Em alguns aspectos e especialmente para pequenas empresas é mais fácil absorver e implementar tal ideia, mas para outras empresas essa dúvida ainda persiste.

Pois bem, para essas empresas podemos afirmar que a contratação de um escritório de advocacia pronto para atendê-lo, com estrutura própria e expertise na sua área de atuação será sempre mais acessível que a criação e manutenção de um departamento jurídico interno.

Isso porque manter um departamento jurídico pode significar um gasto de alto valor com a contratação de profissionais habilitados nos mais diversos ramos do direito, disponibilização de espaço físico, aquisição de mobiliário, equipamentos e ferramentas de trabalho, etc.

 Tal valor pode variar para mais ou para menos em razão da estruturação complexa deste departamento, que em alguns casos pode demandar a contratação de um coordenador jurídico, além de advogados, estagiários e paralegais.

Com relação à contratação de equipe, por exemplo, o primeiro problema de se ter um departamento jurídico interno reside, claro, nos custos inerentes à contratação de pessoal.

Todo empreendedor sabe muito bem que o custo de um empregado vai muito além do valor do seu salário.

Além disso deve ser acrescido o fato da necessidade de se ter uma equipe multidisciplinar, pois dificilmente o advogado que atende as demandas trabalhistas conseguirá atender com excelência as demandas cíveis. Não por incompetência, mas porque realmente o que torna significativa a atuação de um advogado é o conhecimento das especificidades e de como é a prática no ramo em que atua.

A experiência do advogado trabalhista na condução de uma audiência é o que pode garantir o bom resultado da demanda. Enquanto um advogado que atua eminentemente na área cível menospreza a importância da prova testemunhal na audiência trabalhista, aquele que detém experiência nesta área sabe que esse é um erro inescusável!

Algumas empresas apontam fatores como a dificuldade de controle e avaliação, a dificuldade de localizar responsáveis e a comunicação menos eficiente como desvantagens de se ter um departamento jurídico externo. Entretanto, podemos garantir que uma contratação com objetivos bem definidos e a escolha de um escritório sério permitem a neutralização de tais desvantagens.

Atualmente é possível observar um movimento de descentralização e diminuição da complexidade das organizações. Faça parte você também dessa evolução!

Procure-nos!

Nosso escritório pode lhe auxiliar nas áreas trabalhista e cível.

Na área cível, por exemplo, atuamos na gestão de créditos problemáticos, apresentando estudos de condutas a serem adotadas com a finalidade de minimizar a inadimplência e de fornecer os adequados subsídios jurídicos para a propositura de ações futuras.

Nossa atuação visa a obtenção do maior índice de recuperação de crédito!


Em ambas áreas oferecemos assessoria com a finalidade de evitar conflitos, através da análise comportamental da empresa e de seus processos com a apresentação de estudos/pareceres que demonstram onde está a fragilidade da empresa e a viabilidade da implementação de mudanças. Estamos prontos para atendê-los. Visite nosso blog e nosso site para conhecer um pouco mais da nossa história!

Daniele de Lima Souza

Sócia fundadora do Araujo Leite, Bandini & Souza Sociedade de Advogados, advogada especialista em Direito Empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top